Mudança linguística e gramaticalização: o modal verbo “dever” no Português do Brasil (Linguistic change and grammarization: the modal verb “dever” in Portuguese of Brazil)

Sergio Casimiro

Resumo


O objetivo deste artigo é o de analisar os valores deôntico e epistêmico do verbo modal “dever” no Português do Brasil a partir de uma abordagem funcional da modalidade (cf. Bybee, 1995, Neves, 1996 e Dik, 1997) e verificar seu processo de Gramaticalização (cf. Hopper, 1991, Hopper & Traugott, 1993, Traugott & König, 1991). Num trabalho de variação e mudança linguística, foram utilizados como corpuspara esta análise a Carta de Pero Vaz de Caminha, como exemplo do português do século XVI, Sermões do Padre Antônio Vieira, como exemplos do século XVII, e Mostras de Diálogo entre Documentador e Informante (DID) do NURC do Rio de Janeiro, como exemplos do século XX. Observou-se o uso prototípico do verbo “dever” como deôntico, passando a ter valores polissêmicos e, finalmente, valor epistêmico, o que evidencia um clineque parte do sentido deôntico para o epistêmico, num ganho de subjetividade (cf. Traugott & Dasher, 2000) ao logo do tempo.
PALAVRAS-CHAVE: Gramaticalização; Mudança Linguística; Modalização; Verbo modal “dever”

ABSTRACT
The aim of this article is to analyze the deontic and epistemic values of the modal verb "dever" in Brazilian Portuguese from a functional approach to the modality (see Bybee, 1995, Neves, 1996 and Dik, 1997), and to verify its process of grammaticalization (see Hopper, 1991, Hopper & Traugott, 1993, Traugott & König, 1991). In this work of variation and linguistic change, we use the Letter of Pero Vaz de Caminha, as an example of sixteenth-century Portuguese, the Sermões of Padre Antônio Vieira, as examples of the 17th century, and Dialogue Samples between Documentary and Informant (DID) of the NURC (Urban Standard Speech) Project of Rio de Janeiro, as examples of the twentieth century. It was observed the prototypical use of the verb "dever" as deontic, to have polysemic values and, finally, epistemic value, which shows a cline that starts from the deontic sense to the epistemic one, gaining subjectivity (Traugott & Dasher, 2000) over time.
KEYWORDS: Grammaticalization; Linguistic Change; Modalization; Modal verb “dever”.


Palavras-chave


Gramaticalização; Mudança Linguística; Modalização; Verbo modal “dever”.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22481/el.v16i1.4875

Direitos autorais Estudos da Língua(gem)

© Copyright 2005- Estudos da Língua(gem) - Todos os Direitos Reservados

Latindex