Filosofia menor: a língua inatual dos conceitos (Minor Philosophy: a non-actual language of concepts)

Auterives Maciel Júnior, Mario Bruno

Resumo


RESUMO

O artigo trata da língua inatual dos conceitos, com o propósito de elucidar, a princípio, a singularidade da invenção filosófica. Busca, portanto, através dessa investigação, conceituar um tipo de filosofia que se instaura na ruptura com a doxa, isto é, a opinião. Assim, denuncia filosofias construídas com propósitos majoritários, mostrando a aliança existente entre tais pretensões filosóficas e os poderes que orquestram   as opiniões predominantes na história. A meta é criar as condições de conceituação daquilo que, ao término do texto , vai receber o nome de Filosofia menor.

 PALAVRAS-CHAVE: Língua inatual. Filosofia menor. Doxa. Devir e ética.

 ABSTRACT

The article deals with the past language of concepts  in order to elucidate , at first, the uniqueness of philosophical invention. Therefore, through this investigation, it aims to conceptualize a kind of philosophy which establishes itself in the rupture with doxa, i.e. the opinion. Thus, it denounces philosophies developed with major purposes, revealing the existing alliance between such philosophical pretentions and powers which govern the predominant opinions in history. The goal is to create the conditions to define what it will be called, by the end of the text, Minor Philosophy.

KEYWORDS: Past language. Minor Philosophy. Doxa. befall and ethics.


Palavras-chave


Língua inatual. Filosofia menor. Doxa. Devir e ética.

Texto completo:

PDF


© Copyright 2005- Estudos da Língua(gem) - Todos os Direitos Reservados

Departamento de Estudos Linguísticos e Literários
Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
Estrada do Bem Querer, Km 04, - Caixa Postal 95
45083-900 - Vitória da Conquista - Bahia